semanáriOSM 446

29/01/2019-04/02/2019

Logo

Open Camping Map by Sven Geggus 1 | © Sven Geggus © Map data OpenStreetMap contributors

Mapeamento

  • Após uma primeira proposta sem sucesso para adicionar lojas que vendem cartões pré-pagos para diversos serviços, como telefones ou transportes públicos, Danysan voltou a modificar a proposta e resolveu experimentar novamente.
  • Um istmo é uma faixa estreita de terra, delimitada por água em ambos os lados e conectando duas grandes massas de terra. Selfishseahorse sugere a implementação de natural=isthmus para marcá-lo.
  • Andrew, da Apple, informa em várias listas de discussão, incluindo Equador, Chile, Turquia, que sua empresa criou várias tarefas na MapRoulette. As tarefas foram determinadas utilizando a ferramenta de análise de dados de Apple Atlas. Entre outras coisas, os cruzamentos de edifícios e estradas ou a sobreposição de faixas devem ser corrigidos.
  • O desastre da barragem de Brumadinho, uma falha na barragem que causou pelo menos 121 mortes, refletiu-se no OSM dois dias após a catástrofe. Simon Gascoin descreve como investigou a extensão do rio de lama com imagens Sentinel-2 e notou que o OSM já tinha sido alterado. Esta mensagem no Twitter mostra a extensão do desastre.
  • Mapillary adicionou outras 42 características diferentes, detetadas automaticamente a partir de fotos de contribuidores.
  • Alguns mapeadores OSM foram além do mapeamento. HonourableNath viajou para Yaguine, na época das cheias dos rios. No seu post no blogue do OSM Mali mostra alguns desses modos de viagem, bem como o mapeamento da área, antes e depois.

Comunidade

  • Frederik Ramm pergunta sobre a existência de normas éticas para os membros corporativos, mas ainda não obteve uma resposta. Talvez seja melhor discutir a questão antes que apareça algum caso específico.
  • O ‘ mapeador do mês ‘ escolhido pelo OpenStreetMap Bélgica é Guirec Halflants, também conhecido como, Correcaminos604 da Bélgica.
  • Tigerfell publicou os seus pensamentos sobre quais as informações que devem ser mantidas para documentar a história do OSM e convida-vos a participar na discussão.

Fundação OpenStreetMap

Eventos

  • Paul Desgranges deu um Talk a 29 de janeiro, na conferência Floss, em Grenoble, introduzindo o projeto de mapeamento participativo OpenStreetMap!
  • Thomas Rupprecht anuncia o primeiro OSM “Stammtisch” para as comunidades de OSM, no Wiener Becken. A primeira reunião ocorrerá no dia 28 de fevereiro no espaço Maker Leobersdorf,
  • O FOSDEM 2019 em Bruxelas teve lugar nos dias 2 e 3 de fevereiro de 2019. O programa para o Geospatial devroom, que foi incluído há alguns anos, está disponível agora.

OSM Humanitário

  • Como parte do EuYoutH_OSM Erasmus + Project Ciaran Staunton forneceu treino a estudantes da Portmarnock Community School sobre o uso da LG360ActionCAM e Mapillary em preparação para a sua viagem de mapeamento humanitário ao Lesoto, em fevereiro.
  • Raman Huria escreveu no Blogue sobre a coleta de amostras de solo realizada por membros da comunidade em Dar es Salaam, numa grelha de 2 km. As amostras foram avaliadas profissionalmente e os dados serão utilizados para sustentar a modelagem dos riscos de inundação.
  • O website do HOT revela um artigo sobre o primeiro sistema de rastreamento de origem de pacientes da Tanzânia. Explica porque a origem de um paciente importa e como o HOT ajuda a melhorar a situação.
  • O site HOT contém dois artigos de estudantes de 15 anos de idade que obtiveram telemóveis oferecidos à escola GAL peruana por um NetHope e HOTOSM. Nos dois artigos Ana Paula Figueroa e Abril Gomez descrevem por que decidiram registrar a publicidade sexista e as bases da análise do grau de sexismo geralmente aceito pela sociedade. Descreveram também o procedimento para alcançar tal objetivo.
  • O TorontoObserver descreve num artigo como voluntários Torontenses ajudaram algumas das comunidades mais vulneráveis no mundo, na Nigéria, num mapathon organizado pela Missing Maps na sede da organização Médicos Sem Fronteiras de Toronto.
  • As Nações Unidas, através do Departamento de Apoio da ONU para a Somália (UNSOS), o qual tem estado ativo na Somália há muitos anos, tem vindo a desenvolver, recentemente, uma iniciativa de mapeamento para aquele país, que consiste na manutenção da paz e na prevenção de conflitos. Num passo incomum para a ONU, a organização decidiu processar todos os dados fornecidos diretamente no OpenStreetMap e, assim, apoiar todas as instituições humanitárias. O primeiro projeto desta iniciativa encontra-se descrito no wiki OSM detalhadamente. O Gerenciador de tarefas HOT será usado para esta finalidade. Um primeiro mapathon público terá lugar em Itália no FOSS4G-IT 2019, como Alessandro P. postou na lista Talk-it.

Mapas

  • Decepcionado com a qualidade de mapeamento de parques de campismo no OpenStreetMap, e tendo em mente que muitas vezes apenas um mapa adequado de interesses especiais ajudaria a melhorar a situação, Sven Geggus iniciou o Open Camping Map. Em um post no blog ele explica alguns detalhes adicionais sobre esta motivação, bem como algumas informações técnicas.
  • Se está à procura de um restaurante com ofertas vegan ou vegetarianas, o mapa online e a Aplicação Android certificam-se de que não vai para casa com fome.

switch2OSM

  • Lição aprendida: “… é melhor colocar direito em OpenStreetMap”, escreve FragDenStaat, uma ONG alemã no seu blog. Eles explicam isto detalhadamente e descrevem o caminho a partir de Yelp, via Google, para OpenStreetMap. Recomenda-se imitação. (Tradução automática) (tradução automática)

Dados abertos

  • Christoph Grenz criou um bom site que exibe as informações do portal de dados abertos da cidade de Bonn, num mapa Slippy com funções como editar com links JOSM e comparações entre OSM e dados públicos.
  • thinkWhere está a desenvolver um portal para melhorar o acesso aos dados abertos geoespaciais europeus oficiais. A empresa é parceira da EuroGeographics, uma organização que representa 63 organizações estatais europeias como a Ordnance Survey, no Reino Unido.

Licenças

  • O Open Data Institute publicou um guia de licenças para Geodata. Embora se destinem principalmente aos dados geoespaciais do Reino Unido de origem comum, também abrange a licença do OSM e compara a principal licença do sistema operacional do Reino Unido com a proprietária do Google.

Software

  • O capítulo local da OSMF na Alemanha, FOSSGIS, está agora a operar a máquina de roteamento de código aberto (OSRM) com base no roteamento backend para o site principal do OSM. O mecanismo de roteamento licenciado do BSD encontra-se hospedado em dois servidores que calculam os gráficos de roteamento e fornecem as direções de rota solicitadas. Como o serviço Graphhopper, que é fornecido pela empresa Graphhopper, o OSRM fornece direções para carros, bicicletas e peões. (tradução automática)

Programação

  • Por muitos anos, Richard Fairhurst gerenciou discretamente o apiKey para imagens do Bing no OSM. Agora busca no GitHub outra pessoa para assumir as tarefas burocráticas do Bing com vista a garantir que a imagem esteja disponível em todos os editores.
  • Bryan Housel tweetou lembrando possíveis mentores ou pessoas que desejem sugerir um projeto para o Google Summer of Code para visitar o site wiki GSoC.
  • Os chamados feeds GTFS, ou seja, os dados de horários de transportes públicos e informações geográficas associadas, como paragens, muitas vezes não incluem Geodados sobre as rotas. Graças à ferramenta de código aberto _ pfaedle_, desenvolvida por Patrick Brosi da Universidade de Freiburg, estes dados podem agora ser enriquecidos a partir de dados OSM. O MITFAHR|DE|ZENTRALE oferece o enriquecido feed GTFS para Baden-Württemberg para Download. O tweet de MITFAHR|DE|ZENTRALE, que chama a atenção para este serviço, também aponta para o background teórico da correspondência do mapa.

Releases

  • A recente atualização do openstreetbrowser. org permite que filtre os resultados da categoria, por critérios. Por exemplo, agora pode filtrar por “restaurantes italianos”.

Sabia que…\Conhece…

  • … o bem escrito Manual sobre como encontrar o seu caminho no universo OSM, como um principiante e como fazer as primeiras edições? criado por Volker Gringmuth, também conhecido como kreuzschnabel, o abrangente manual descreve o básico de OSM, o modelo de dados e revela que ajuda está disponível para as primeiras edições, e no final ele refere as relações e os plug-ins JOSM.
  • padrões de rua um tutorial sobre como usar os dados de estrada do OpenStreetMap para fazer visualizações físicas usando equipamentos Fablab?
  • OSM SEED é uma coleção de arquivos Docker que permite que execute o seu próprio microcosmo OSM. Isto pode ser útil se quiser adicionar dados próprios a um pool de dados fechados, como para cenários de planeamento numa administração de uma cidade ou para treino. Uma apresentação está disponível no YouTube.

OSM nos média

  • O Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia (JRC) publicou, recentemente, Cultural Gems um serviço baseado no OpenStreetMap para ajudar os turistas a encontrar “pérolas culturais” nas cidades europeias. O Evening Telegraph diverte-se com o facto de no mapa de Dundee também os WC estarem registados como “vale a pena ver”.
  • Um Media Outlet local entrevistou o utilizador Franco Benedetti (@mweper) de Funes, Argentina, e conta como o mapa da cidade melhorou muito.
  • O Yorkshire Post explica que a recente escalada de preços da Google é a razão para muitas apps, com Adoble Lightroom a ser o exemplo mais revelador, pararem de funcionar corretamente. O artigo também estabelece por que a dependência de serviços gratuitos da Google é uma coisa ruim e prevê uma importância crescente do OSM.

Outras coisas “geo”

  • A Casa Britânica dos Lordes discutiu se as restrições de mapeamento digital deveriam ser impostas. Owen Boswarva resumiu no Twitter a discussão com os Lords preocupados com “uma empresa estrangeira que baseia os seus serviços em software de mapeamento russo” estar a “apontar das nossas infraestruturas civis” com um “inquérito de alta definição importante”. Lord Wallace de Saltaire apontou para o interessante facto de que “… um estrangeiro suspeito a tirar fotos de casas teria sido interrompido por alguns britânicos como Mark Francois e desafiado no caso de ser alemão.” O problema com alemães ansiosos a mapear o mundo é aparentemente muito mais velho do que o OSM.
  • A Biblioteca da Casa dos Comuns (Reino Unido) criou um conjunto de nomes de vizinhança para cada Middle-Layer Super Output Area (‘MSOA‘) em Inglaterra e no País de Gales — e eles querem pedir o nosso conhecimento local para ajudar a corrigi-lo e melhorá-lo.

Próximos eventos

Onde O quê? Data País
Helsínquia Missing Maps Mapathon at Finnish Red Cross HQ – Feb 2019 2019-02-07 finland
Dresden Stammtisch Dresden 2019-02-07 germany
Nantes Réunion mensuelle 2019-02-07 france
San José Civic Hack Night & Map Night 2019-02-07 united states
Berlim 128. Berlin-Brandenburg Stammtisch 2019-02-08 germany
Ulm ÖPNV-Mapathon Ulm 2019-02-09 germany
Rennes Réunion mensuelle 2019-02-11 france
Bordéus Réunion mensuelle 2019-02-11 france
Zurique OSM Stammtisch Zurich 2019-02-11 switzerland
Toronto Mappy Hour 2019-02-11 canada
Lyon Rencontre mensuelle pour tous 2019-02-12 france
Salt Lake City SLC Mappy Hour 2019-02-12 united states
Munique Münchner Stammtisch 2019-02-13 germany
Barcelona Mapes i Birres Febrer (Trobada d’usuaris d’OpenStreetMap)[1] 2019-02-15 spain
Taipé OSM x Wikidata #1 2019-02-18 taiwan
Aeroporto de Colônia-Bonn Bonner Stammtisch 2019-02-19 germany
Derby East Midlands Pub meetup 2019-02-19 england
Salt Lake City SLC Map Night 2019-02-19 united states
Reading Missing Maps Reading Mapathon 2019-02-19 uk
Luneburgo Lüneburger Mappertreffen 2019-02-19 germany
Mumble Creek OpenStreetMap Foundation public board meeting 2019-02-20 everywhere
Karlsruhe Stammtisch 2019-02-20 germany
Pádua FOSS4G-IT 2019 (OSMit2019) 2019-02-20-2019-02-24 italy
Salt Lake City SLUG meeting (with OSM presentation) 2019-02-21 united states
Greater Vancouver area Metrotown mappy Hour 2019-02-22 canada
Biella Incontro mensile 2019-02-23 italy
Manila 【MapaTime!】 @ co.lab 2019-02-23 philippines
Karlsruhe Karlsruhe Hack Weekend February 2019 2019-02-23-2019-02-24 germany
Rennes Créer ses propres cartes avec uMap 2019-02-24 france
Bremen Bremer Mappertreffen 2019-02-25 germany
Digne-les-Bains Conférence « Communs numériques – Cartes sensibles » 2019-02-26 france
Düsseldorf Stammtisch 2019-02-27 germany
Lübeck Lübecker Mappertreffen 2019-02-28 germany
Leoberdorf Leobersdorfer Stammtisch 2019-02-28 austria
Montrouge Rencontre des contributeurs de Montrouge et alentours 2019-02-28 france
Bordéus Réunion mensuelle 2019-02-11 france
Dresden FOSSGIS 2019 2019-03-13-2019-03-16 germany
Portmarnock Erasmus+ EuYoutH_OSM Meeting 2019-03-25-2019-03-29 ireland
Montpellier State of the Map France 2019 2019-06-14-2019-06-16 france
Angra do Heroísmo Erasmus+ EuYoutH_OSM Meeting 2019-06-24-2019-06-29 portugal
Edimburgo FOSS4GUK 2019 2019-09-18-2019-09-21 united kingdom
Heidelberg Erasmus+ EuYoutH_OSM Meeting 2019-09-18-2019-09-23 germany
Heidelberg HOT Summit 2019 2019-09-19-2019-09-20 germany
Heidelberg State of the Map 2019 (international conference) 2019-09-21-2019-09-23 germany
Grand-Bassam State of the Map Africa 2019 2019-11-22-2019-11-24 ivory coast

Nota: Se pretender ver o seu evento aqui, por favor coloque-o no calendário. Só dados lá colocados aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique o seu evento na nossa pré-visualização pública, e corrija-a se necessário.

Este semanárioOSM foi produzido por Elizabete, Nakaner, NunoMASAzevedo, Rogehm, SK53, Guillaume Rischard, SunCobalt, TheFive, TheSwavu, derFred, lucaslasota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.